Post Content

Quando o assunto é casamento, pensamos logo em festa e consequentemente nos custos para realizar o tão sonhado dia do jeitinho que a gente quer. Colocando tudo no papel e na ponta do lápis, percebemos que os custos do casamento são altos e isso influencia em todas as decisões. Mesmo buscando economizar.

Segundo pesquisa realizada por um site de noivas, em 2012 a média de custos de um casamento no Brasil foi de R$22.160,00. Os noivinhos brasileiros desembolsaram essa bagatela sem contar com a lua mel.

Portanto, vale ressaltar que algumas medidas podem ser adotadas para economizar no casamento, como já abordamos em posts passados. Contudo esses custos do casamento podem e devem ser divididos entre a família do noivo e da noiva. Por que não?

custos-do-casamento-alessandro-varela20

Dividindo os custos do casamento | Credito: Alessandro Varela

Diz a tradição que a família da noiva deve arcar com todos os custos do casamento, mas isso vem mudando com o passar dos anos.

Agora as despesas não ficam somente sob a responsabilidade do pai da noiva, mas são divididas entre as duas famílias ou mesmo entre os noivos.

Pensando em como dividir esses custos, segue algumas dicas que podem nortear os noivos na decisão de quem deve pagar o que.

1-   Família do noivo

  • Viagem de lua de mel
  • Traje do noivo
  • Bebidas da festa

2-   Família da noiva

  • O vestido
  • Convites
  • Fotografia e filmagem
  • Buffet
  • Decoração

3-    O noivo

  • Taxas da cerimônia e cartório
  • Alianças

4-    A noiva

  • Cabelo e maquiagem
  • Lembrancinhas

 

O ideal é realizar uma reunião entre as duas famílias para definirem os custos e os responsáveis pelo pagamento de cada um.

Isso se os noivos não forem arcar com toda a despesa sozinhos.

 

custos-do-casamento-paulo-e-suzana-figeuiredo

Saiba como dividir os custos do seu casamento? | Credito: Paulo e Suzana Figueiredo

Vale lembrar que, se preferir, os custos totais da festa podem ser divididos de maneira igual entre todos. Se o casamento for planejado com bastante antecedência, todos podem contribuir mensalmente para o pagamento de cada item ao longo do processo.

Dessa forma, nenhuma das partes se sentirá prejudicada ou pressionada a pagar mais. Também é importante identificar as condições financeiras de cada família e ser justo na hora de dividir os custos.

Uma coisa é certa, organizar um casamento não é tão simples e requer tempo e dinheiro.

Com dedicação, planejamento e ajuda da família, tudo sairá em ordem e os noivos serão felizes para sempre!

 

Clique e confira também 10 ideias de lembrançinhas feitas à mão.