Post Content

Meninas, vou abrir o post da semana com um post de um casamento muito especial: o Mini-Wedding da Roberta + Diogo.

Me perdoem, mas o post está gigante, não consegui resumir essa linda história de amor e coloquei tudinho do jeito que a Roberta me enviou. Esse post está sem duvidas, cheio de detalhes e rico em amor!

“Nossa história de amor está mais para uma comédia do que para um romance.” (Roberta)

Foto: Marcela Cox

A história do casal, contada pela própria Roberta logo abaixo é super interessante… E tenho certeza que muita gente irá se identificar com essa linda história de amor…

O Casamento nada convencional, foi feito com muito carinho para tios e amigos mais próximos do casal. Era fundamental que tivesse boa música e boa comida e o local acolhedor escolhido, para poucas e queridas pessoas foi o Pátio Café.

Abaixo, relato na íntegra da história de amor da Roberta e do Diogo (é um pouco grandinha, mas a pena ler cada trecho e cada palavrinha). Vou mesclar com as lindas fotos do enlace deles!!!!

Nos conhecemos, Diogo e eu, num momento em que estávamos ambos, ainda um tanto magoados de relacionamentos anteriores. 
Eu tinha acabado de sair do cinema, tinha visto um filme com dois amigos, e de lá um dos amigos insistiu para que eu desse uma esticada com ele. Que fossemos ao bar central onde ele encontraria o pessoal que tinha viajado para o São João em Arcoverde.
Quando chegamos ao bar Central, eu logo vi um gordinho de óculos, muito gatinho, meu número. Só que ele estava acompanhado de uma mulher bonita… que pensei que fosse sua namorada.  Acabei me surpreendendo quando percebi que nos dirigíamos a sua mesa. Ele quando virou e me viu deu aquela olhada dos pés a cabeça sabe?
E aí foi isso. Passamos o resto da noite conversando, nós dois, e às vezes interagíamos um pouco com o resto do pessoal da mesa.  Quando cheguei em casa cacei ele no velho e ultrapassado “Orkut”  e daí por diante começamos a nos falar todos os dias. Trocávamos mensagens, falávamos por telefone. Só nos reencontramos no dia 07/09. De volta de nossas viagens de feriadão nos encontramos no MSN e ele e convidou para o cinema.  Foi nesse dia que demos nosso primeiro beijo no meio de uma gargalhada… ambos com 24 anos e batendo dente no dente.
Durante o nosso namoro passamos por muitas histórias…  engraçadas e trágicas…românticas e tensas… picantes… 
 
“Foram exatamente 7 anos, até o dia do nosso casamento. Nesse meio tempo fiz o curso de direito e deixei comunicação. Ele começou a trabalhar na firma do pai e também deixou comunicação. Tivemos uma crise séria, e nos separamos por 3 semanas, na data do nosso aniversário de 5 anos. Quando voltamos sabíamos que tínhamos que nos casar logo.  Começamos a morar juntos e a juntar grana.  Das primeiras coisas que decidimos é que nãos seria uma festa convencional. Nós não somos convencionais, nossa história não é convencional.  Então decidimos que teria que ser num lugar. Seria uma coisa pequena, para os tios e amigos mais próximos do casal. Teria que ter boa música e boa comida. E queríamos que amigos celebrassem a união Carla e Diego, que haviam sido fundamentais em um momento crítico para a nossa relação.  Um dia passei no Restaurante: O Pátio- café e cozinha e meus olhinhos brilharam… pedi um orçamento… e me encantei com o cardápio do brunch. Além de toda a infraestrutura que o local oferece e o fato de ser na cidade, ele adorou a idéia.” 
 Foto: Geofrey Chan
Nesse fim de semana fomos fazer o nosso programa habitual: Livraria Cultura no domingo. Lá entrei para ver qual era a apresentação que estava tendo no auditório.  Parecia que papai do céu estava me dando um presente. Uma banda estava tocando chorinho de forma magistral, chamei Diogo para ouvir…. ele que é extremamente ligado a música e muito crítico adorou!! Peguei o contato da banda ”Naquele Tempo”. Formada por verdadeiros profissionais de música quem quer fugir da tradicional orquestra é uma ótima opção. 

Para ter a festa agora só faltava a bebida. Minha mãe me deu de presente o Barman, com um cardápio maravilhoso de bebidas: Julio Marcio. Minha sogra garantiu 2 caixas de Jhonny Walker Red Label, comprados no DutyFree. Agora era só organizar os detalhes. Depois de comida, lugar, musica e bebida o resto são detalhes. 

Uma das minhas primeiras providências foi uma câmera estilo “Polaroid”  FUJIINSTAX WIDE (comprada pela B&H photo) para que os convidados deixassem recados para a gente num ScrapBook, junto com suas fotografias, o scrap foi feito com carinho por uma amiga a Babi… ficou lindo!
Foto: Horst Lambert

 

O vestido, comprei numa promoção de início de ano na Loja Dona Filomena de Setúbal, minha sogra viu o vestido e me ligou. Era exatamente como eu queria: branco, simples com detalhe apenas no busto e de forma que valorizava meu corpo escondendo os quilinhos a mais. 
O traje do noivo, também tinha que ser diferente mas eu não queria que fosse nada apagado, mas queria que ele tivesse conformo. Fomos na La Camiseria, do Shopping Recife fomos atendidos por Arthur, um doce de pessoa, nos ajudou em tudo!
As alianças foram feitas por Julio Afonso, o modelo foi Diogo quem escolheu, o trabalho ficou perfeito… Diogo ficou meio chateado porque o Julio perdeu o papel em que tinha anotado as medidas do dele e aí teve que medir de novo… mas fora isso foi tudo perfeito.
Meu próximo contrato foi a cerimonialista: Tatiana Conolly. Já que eu estava pretendendo tomar a frente na decoração tinha que ter alguém que me ajudasse a organizar as coisas.
Algumas amigas estariam ajudando mas não seria justo pedir a elas que deixassem de se divertir para organizar tudo. Elas chegariam mais cedo organizariam a decoração e deixariam os abacaxis com a cerimonialista para ela resolver. O Save the Date eu mesma fiz… E o convite foi feito pela Paper By de Setúbal, fui maravilhosamente bem atendida por Danuzzy!
O horário da cerimônia seria meio-dia. Não haveria entrada da noiva. Chegaríamos mais cedo, o noivo e eu para recebermos os convidados na entrada, depois de 1h de recepção e fotos trocaríamos nossos votos e iríamos aproveitar o restante da festa, sem obrigações.
A decoração então começou a ser um problema. Eu vi um casamento ultracolorido… de um casal de publicitários na internet e queria fazer o meu colorido também… mas estava com medo de errar na mão… desisti de fazer colorido e pensei em amarelo, depois pensei em ir para o clássico verde e branco…  Enfim… o que acabou acontecendo foi que numa reunião decidi quase tudo com minhas amigas Mônica e Babi, menos as cores… que a essa altura já variavam com verde, branco e vermelho… Fui então fazer um orçamento com o pessoal da Kato flores.  Lá fui muito bem atendida por Maristela, superindico, mas meu orçamento já estava meio estourado… então ela fez a gentileza de me dar algumas dicas de decoração e fez a lista de flores que eu compraria para realizar a minha decoração com as devidas quantidades e tudo mais.  Lá no impulso quando ela perguntou as cores da flores eu pedi: coloridas!!!! 
Chegando em casa já meio arrependida do colorido, pesquisei na internet decorações coloridas e achei a saída:  juntar garrafas e potes transparentes de vidro e pinta-los com tinta vitral colorida. Tive a ajuda de minha tia Glauce, de minha mãe e de minha amiga Babi. 

Foto: Geofrey Chan

 Foto: Geofrey Chan

Desde o início eu pensava em utilizar origamis na decoração e também como lembrancinhas… a princípio iria utilizar kusudamas, que são umas bolinhas de pendurar… são lindas mas dão muito trabalho para fazer e por isso mesmo são caras. Então a idéia michou… Passei em pensar em pimenteiras para lembrancinha…. mas as pimenteiras bonitas vinham de São Paulo em caminhão refrigerado o que encarecia também…
 
No fim o que ajudou foi o fato de meu marido ser louco pelas obras de Alexader Calder, artista plástico que faleceu nos anos 70, e ter, em determinada época reproduzido algumas de suas obras como passatempo em casa. Calder fazia móbiles… então essa foi a saída que encontrei. Fiz 800 tsurus, coloridos, e com eles fiz móbiles, com a ajuda do maridão de minha mãe, minha cunhada e duas amigas. Foi extremamente trabalhoso… quase que me arrependi de ter feito os mesmos… mas no fim deu tudo certo e a decoração ficou linda. Fiz também uma cortina de tsurus, que foi o fundo do altar… hoje está na sala de estar de uma amiga que mora numa casa enorme.
 
Então as cores coloridas da decoração foram decididas pelas cores dos papeizinhos de origami que eu estava utilizando. Foram 5 cores: vermelho, laranja, azul, verde e lilás. Os papéis de origami eram dupla face então o vermelho era vermelho com detalhes rosa, o azul era azul claro e azul escuro, o verde verde claro e escuro, o laranja era laranja e amarelo, e o lilás era lilás e roxo. O que na verdade totalizo 10 cores. 
 

 Foto: Geofrey Chan

 Foto: Horst Lambert

Foto: Marcela Cox

Ganhei de minha cunhada, meu cabelo e maquiagem no salão Paulo e Julita de Boa Viagem, a cabeleireira e maquiadora foi Elaine. Um doce de pessoa!!!   O arranjo de cabelo fiz questão de ter um da D. Cantídio. Comprei com gosto.  O sapato comprei na loja Jorge Bischoff.

Foto: Marcela Cox

O bolo foi feito por Cássia Pereira, além de lindo uma delícia!! Fiquei muito tentada a comprar os bem casados a ela.. mas depois desisti. O Buffet já oferecia 3 tipos de torta como sobremesa, mais um creme de suspiros e chocolate e salada de frutas e já tinha os móbiles de lembracinha…  

As fotos. Bem Eu sou LOUCA por fotografia. E tenho alguns amigos talentosos, então não ia contratar fotografo. Mas, meus amigos estavam com medinho da responsabilidade de fotografar oficialmente, nenhum deles é profissional… Então, meio que de última hora fiz uma pesquisa, juntei o dinheiro todo que tinha sobrado e consegui um negócio maravilhoso!!! Vivian Sousa, embora seja novinha já trabalha com foto a uns 2 anos. Ela não entrega o álbum, mas um cd com todas as fotos tratadas, o que barateia, tem um olho muito bom pra fotos e tem um preço justo. Indico muito!!! 

Ganhei a lapela do noivo e almofada de alianças de uma amiga Zuila Viana que tem um pequeno negócio chamado Retalho de Cetim  (ela faz colares, arranjos de cabelo, broches… as coisas mais lindas!!). As palhas Italianas ganhei de Priscilla Marques que só faz para amigos! Nem adianta pedir.

O total de gastos com a festa para 110 pessoas ficou em cerca de R$ 20.000,00 =)

Gente, a Roberta ainda nos deu algumas dicas super carinhosas para quem está querendo juntar as escovas!!!

“Três coisas que acho importantes:
1º) Uma é a gente saber se dizer não. Priorizar algumas coisas e outras saber abrir mão. É tudo muito lindo, é tudo muito gostoso, mas também é tudo muito caro, e a gente corre sérios riscos de gastar mais do que precisa para ter uma festa perfeita em detalhes que ninguém vai perceber.  
2º) Faça a festa para você e para o seu marido. Sempre tem uma alma sebosa que vai sair reclamando de alguma coisa, até agora para a minha festa foram só elogios, mas vai saber… o importante é que fiz as coisas para a gente. E a gente conseguiu sim se divertir. 
3º) Desapeguem! Sempre tem alguma coisa que não sai exatamente do jeito que a gente queria. Mas o que não tem remédio remediado está. Se não está perfeito, mas funcionou: ótimo! Se não funcionou e não há como consertar, deixe para resolver depois. No dia aproveite!”

Vocês podem conferir abaixo os registros fotográficos do Casamento da Roberta e do Diego feitos por Vivian Sousa e algumas fotos dos amigos da Roberta =)

Foto: Marcela Cox

Foto: Horst Lambert

 

Foto: Horst Lambert

Foto: Horst Lambert

Foto: Horst Lambert

Foto: Marcela Cox

Foto: Marcela Cox

Foto: Marcela Cox

Roberta e Diogo, Obrigada por dividir conosco esse momento tão especial!!!
Eu e toda equipe do Noivas do Brasil desejamos ao casal, Mil Felicidades !!! =)

 

E ai meninas, inspiradas para fazer também um Mini-Wedding?

 

Aguardo seus comentários!!!

 

Beijos

 

Patricia Fortes

 

 

Créditos: Roberta Melo e Digo Brito / Vivian Souza / Marcela Cox / Horst Lambert / Geofrey Chan

Ficha Técnica:

Buffet e Recepção: O Pátio Café e Cozinha fone: 3221 6793 (http://www.opatiocafe.com.br/)

Barman e Chopp Brahma: Julio Marcio (Julio´s Drinks) Fone:8820.6554 ou 9905.8143

Banda: “Naquele Tempo”, chorinho: produtora Pontes Produções: 9172 7213

Vestido:  Dona Filomena – Rua viscondede Jequitinhonha, 1118 – Setúbal. Fone:(81)3445.2213

Traje Noivo: La Camiseria – Shopping recife. Viagem Tel: (81)3301-4240

Alianças :  Julio Afonso Ouriversaria: http://www.julioaffonso.webs.com/ Fone: (81)3083.1434

Cerimonialista: Tatiana Conolly  fone: (81)8841.5701

Save The Date: Eu

Convites: Paper BY  Rua Desembargador João Paes, 302. / fone:(81)3032.6077

Decoração : Eu, mamãe, Tia Glauce e amigas (Monica, Babi, Bia, Tia Carmita e Thaís)

Lembrancinhas: Eu, marido,  mamãe, cunhada e amigas ( Carla, Marcela Cox)

Flores: Kato Flores r Arq Luiz Nunes, 100, Imbiribeira,  Fone:(81)3428.5321

Buquê: EU (Roberta-Noiva)

Arranjo cabelo: Diana Cantídio

Porta Aliança e Lapela do Noivo: http://retalho-de-cetim.blogspot.com.br/

Cabelo e Maquiagem: Salão Paulo e Julita, cabeleireira Elaine: http://www.julitaepaulo.com.br/

Bolo: Cassia Pereira Bolos artísticos: http://cassiapereirabolos.blogspot.com.br/

Fotografia: Vivian Sousa  http://viviansousa.com/

Toldo: Eduarda fone: )81)8644.6030

Toldo e Tablado para a Banda: Sr. Francisco fone (81)8551.8692

Patricia Fortes é Pernambucana e Empresária. Formada em Psicologia com MBA em Planejamento de gestão de pessoas, apaixonou-se por eventos, planejou cada detalhe do seu casamento. Identificou-se tanto com o assunto que em 2009 fundou o Blog Noivas do Brasil, um blog com uma proposta de conteúdo exclusivo para noivas de todo o Brasil.
No início o objetivo era compartilhar idéias de casamentos com outras noivas, mas logo, tornou-se uma referência nacional. Fascinada por este mundo, está sempre antenada as tendências e novidades do ramo.