Post Content
Um dos acessórios mais importantes no dia do casamento e que dá glamour ao look é o véu da noiva. A tradição de usar essa peça começou na Grécia antiga, onde as noivas cobriam o rosto com a intenção de se proteger dos maus espíritos e do mau olhado.
Nessa época, era costume que outras mulheres vestidas de maneira semelhante à noiva, acompanhassem-na até o altar, com o objetivo de enganar os maus espíritos, que não saberiam encontrar a noiva no meio de todas elas. Mais tarde, com o surgimento da religião cristã, o véu passou a ser usado para representar a castidade e a pureza de uma mulher.

 

Com o passar dos anos o véu se tornou um acessório muito querido pelas noivas. A peça vive em constante renovação e sempre acompanha as tendências. Hoje, é possível encontrar desde véus tradicionais, até os mais criativos, como os Voilette (aqueles curtinhos, acompanhados por chapéus).
O difícil é escolher um que se adeque ao vestido e combine também com o penteado da noiva. Segundo Isaí Chavez, Diretor da Pronuptia Paris em São Paulo, a maioria das noivas ainda prefere modelos mais clássicos, como o véu simples só de tule, com detalhes em cetim, com ou sem cristais.
Segundo Isaí, o véu acompanha o vestido. Ou seja, a noiva deve sempre procurar um equilíbrio entre os dois. “Existem véus de todos os tamanhos, com bordado, renda, pérolas e cristais. Escolhas não faltam“, afirma.

 

 

A seguir confira algumas dicas que irão ajudá-la na hora da escolha:

 

Tecido
Os tecidos mais usados são o tule ou a renda. “Mousseline também pode ser usado, transparente ou semi-transparente. Tecidos fluídos são os ideais”, diz Isaí.

 

O tipo físico é um dos fatores que deve ser levado em consideração na hora de escolher o véu. Comprimento e volume combinam com as noivas mais altas e magras. Já as mais baixinhas devem fugir de modelos volumosos. As mulheres que têm a silhueta equilibrada podem usar véu em qualquer comprimento, mas sem cometer exageros no volume.

 

Enfeites 
Noivas mais moderninhas e descoladas preferem o voilette, que pode estar preso em um chapéu ou até mesmo um pente de cabelo. Outras mais tradicionais optam pelos rendados ou aqueles que têm detalhes em cetim ou aplicações em perolas ou vidrilhos. Segundo Isaí, na França, é comum as noivas usarem vestidos coloridos e véus com aplicações que acompanham a cor dos modelos.

 

Uma dica interessante do especialista da Pronuptia é usar um véu comprido para a igreja e outro curto para a hora da festa. Também é possível utilizar o véu em camadas e tirar uma delas depois da cerimônia.
 
Mas o importante mesmo é escolher o véu que faça você se sentir à vontade, linda, e que complemente o seu vestido, tudo para tornar o dia mais importante de sua vida ainda mais inesquecível.

 

O que acharam meninas???

 

Beijos

 

Créditos: Pronuptia/Luck / AlessandroVarela